Associe-se
Area Restrita

CNPE H2O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) busca reforçar o alinhamento entre fontes de recursos e a estratégia que estabeleça orientações sobre pesquisa, desenvolvimento e inovação no setor de energia no País

A proposta de resolução orienta a priorização de pesquisa em sete temas: hidrogênio, energia nuclear, biocombustíveis, armazenamento de energia, geração termelétrica sustentável, transformação digital e minerais estratégicos.

Cada um dos temas foi proposto a partir de uma ótica flexível e abrangente, de forma a enfrentar os desafios específicos de cada temática, de acordo com suas peculiaridades. Vale como exemplo o caso do hidrogênio, que, para além do desenvolvimento tecnológico, também precisa que sejam endereçadas questões associadas à regulação e às especificações técnicas sobre produção, transporte, armazenamento e consumo desse energético.

O conceito de transição energética é associado a mudanças significativas na estrutura da matriz energética primária mundial, na direção de economias de baixo carbono. São processos complexos, em que as transformações se dão em distintos níveis e velocidades nos diferentes países e regiões, segundo suas vantagens comparativas e os recursos naturais disponíveis. O atual processo de transição energética está centrado em condicionantes como desenvolvimento sustentável, combate à mudança do clima, inovações tecnológicas, transformações industriais e o ingresso na era digital.

Para saber mais, acesse AQUI.

Fonte: Ministério de Minas e Energia do Brasil

Enegix BRO Governo do Ceará assinou um memorando com a Enegix Energy, uma empresa australiana, para a construção de um hub de hidrogênio no Porto de Pecém. A empresa australiana investirá mais de US$ 5,4 bilhões no empreendimento, incluindo a criação de uma plata de eletrólise. A mesma comunicou em seu site que implementará e gerenciar as redes de energia elétrica em escala de serviço com energia do hidrogênio.

Durante a cerimônia de assinatura do mometando, um decreto foi acordado para estabelecer um grupo de trabalho que reuniria representantes de todas as instituições para colaborar no fortalecimento da cadeia do hidrogênio verde no Ceará.

O Ceará tem bastante interesse em desenvolver a indústria de hidrogênio, aproveitando a vantagem de possuir a infraestrutura portuária certa em uma posição geográfica ideal e um forte mercado de renováveis já em operação.

Para saber mais, acesse AQUI

Fonte: H2 Bulletin.

 

Hyzon Motors H2

A empresa de mobilidade limpa, Hyzon Motors, em parceria com AIDRIVERS, de transportes autônomos, anunciou o desenvolvimento de uma plataforma de veículos integrada para produzir caminhões e ônibus para operações em mobilidade industrial do tipo off-road.

O primeiro teste do caminhão movido a pilha a combustível e totalmente autônomo está previsto para 2021, com a primeira frota operacional a ser implantada em 2022.

Com o objetivo de descarbonizar as operações, a Hyzon tem investido em veículos e soluções com pilhas a combustível para portos marítimos, aeroportos e outros operadores industriais.

Para saber mais, acesse AQUI

Fonte: Fuel Cells Works

PARTICIPE!

A Associação Brasileira do Hidrogênio, ABH2, está coletando informações com o objetivo de subsidiar o BNDES na preparação de um futuro edital do FUNTEC, o qual apoiará projetos de diversas áreas, dentre as quais também a de Energia do Hidrogênio.

Se você é um potencial interessado em submeter projeto de pesquisa e desenvolvimento ao FUNTEC/BNDES na área de Energia do Hidrogênio, a ABH2 lhe convida a preencher o formulário clicando AQUI!

 

Agradecemos a sua colaboração.

Rolls RoyceA Rolls Royce está lançando um novo motor a biogás e gás natural, da MTU Série 500 com uma faixa de potência de 250 a 550 quilowatts e eficiência máxima de até 42,6% em sua classe. A expectativa é que, futuramente, possam ser convertidos ao uso com hidrogênio.

A empresa diz que os grupos geradores a gás, em particular, oferecem uma solução de cogeração para o setor industrial e de serviços públicos. No mercado de 60 Hz, as unidades serão introduzidas a partir de meados de 2021.

 Para saber mais, acesse AQUI e AQUI

Fonte: Power EngineeringMotor 24.

Topo