Associe-se
Area Restrita

Samsung navio h2O estaleiro sul-coreano Samsung Heavy Industries (SHI) recebeu a aprovação da sociedade classificadora DNV para o projeto de um transportador de GNL movido a pilha a combustível.

De acordo com a Samsung Heavy, este será o primeiro navio de carga movido a pilhas a combustível de óxido sólido (SOFCs) operando com GNL, representando um papel fundamental no processo de redução das emissões de gases do efeito estufa em 50%, definido pela Internation Maritime Organization. A embarcação não necessita da utilização de qualquer tipo de óleo.

O projeto da SHI teve a participação da fabricante de pilhas a combustível norte americana, Bloom Energy.

Para saber mais, acesse AQUI.

Fonte: Offshore Energy.

DNV h2Com o objetivo de descarbonizar Cingapura, a Keppel Offshore & Marine e a DNV da Noruega, em ação conjunta de agências governamentais, estão planejando a implementação de novas tecnologias que promoverão a introdução do hidrogênio como fonte de energia no país.

A DNV e a Keppel O&M desenvolverão aplicações offshore com o uso da tecnologia do hidrogênio, criando infraestrutura para o armazenamento de H2, organizando o transporte local e elaborando normas de segurança em sua utilização.

A Keppel O&M apoia o avanço na procura por combustíveis limpos na indústria naval. Da mesma forma, a DNV incentiva seus clientes a se desenvolverem no processo de transição energética, focando na segurança e eficiência no uso dos combustíveis, como o hidrogênio.

Para saber mais, acesse AQUI.

Fonte: Upstream.

Toyota MiraiO Mirai, veículo movido a hidrogênio da Toyota percorreu, com um único tanque, mais de 1.000 km sem emitir gás carbônico e realizando apenas um abastecimento. Para o preenchimento total do tanque com hidrogênio verde, foram necessários apenas 5 minutos.

O consumo médio de hidrogênio foi de 0,55 kg por 100 km. Durante o percurso, foi adotado o estilo de "direção ecológica", já conhecido pelos motoristas de veículos convencionais.

Para saber mais, clique AQUI.

Fonte: InsideEVs.

Navio amoniaA Lloyd´s Register concedeu uma Aprovação de Projeto Inovadores à Samsung Heavy Industries, a qual permite a construção de um navio tanque movido a amônia.

Esse projeto está entre os mais recentes desenvolvimentos na busca pela comercialização da amônia como fonte de combustível limpo para a indústria marítima.

A amônia é um dos combustíveis mais bem cotados para o cumprimento das metas auto-estabelecida de redução dos níveis de GEEs. A Agência Internacional de Energia (IEA) prevê o aumento de cerca de 60% no uso de amônia e hidrogênio como combustíveis para embarcações até 2060.

Para saber mais, acesse AQUI.

Fonte: Maritime Executive

gasnaturalh2O gás natural é frequentemente considerado um combustível de transição para um mundo descarbonizado. Porém, para que isso aconteça, uma indústria de H2 a partir do gás natural pode se tornar uma opção-chave. Este estudo testa a hipótese de que o desenvolvimento de uma indústria de H2 à base de gás natural equipada com captura de CO2 pode monetizar os recursos remanescentes de gás natural, mitigar as emissões de CO2 e facilitar a transição para o H2 baseado em energia renovável

Para saber mais, acesse AQUI, gratuitamente até 31 de julho.

Um material suplementar é disponibilizado ao fim do artigo, no "Appendix A. Supplementary data".

Topo