Associe-se
Area Restrita

PARTICIPE!

A Associação Brasileira do Hidrogênio, ABH2, está coletando informações com o objetivo de subsidiar o BNDES na preparação de um futuro edital do FUNTEC, o qual apoiará projetos de diversas áreas, dentre as quais também a de Energia do Hidrogênio.

Se você é um potencial interessado em submeter projeto de pesquisa e desenvolvimento ao FUNTEC/BNDES na área de Energia do Hidrogênio, a ABH2 lhe convida a preencher o formulário clicando AQUI!

 

Agradecemos a sua colaboração.

Hyzon Motors H2

A empresa de mobilidade limpa, Hyzon Motors, em parceria com AIDRIVERS, de transportes autônomos, anunciou o desenvolvimento de uma plataforma de veículos integrada para produzir caminhões e ônibus para operações em mobilidade industrial do tipo off-road.

O primeiro teste do caminhão movido a pilha a combustível e totalmente autônomo está previsto para 2021, com a primeira frota operacional a ser implantada em 2022.

Com o objetivo de descarbonizar as operações, a Hyzon tem investido em veículos e soluções com pilhas a combustível para portos marítimos, aeroportos e outros operadores industriais.

Para saber mais, acesse AQUI

Fonte: Fuel Cells Works

táxi h2 ParisA maior frota mundial de táxis movidos a hidrogênio começará a rodar na região de Paris.

A frota de 600 veículos a diesel será gradualmente substituída pelo Toyota Mirai - sedans com pilhas a combustível, operados pelo grupo Hype. Os veículos a hidrogênio têm um alcance de cerca de 600 quilômetros e seus tanques podem ser recarregados em poucos minutos, como um veículo a combustão. Eles são, portanto, perfeitamente adequados para uma frota de táxis.

A iniciativa é pensada de forma a se tornar um verdadeiro demonstrador da mobilidade do hidrogênio, e também provar a sua viabilidade e vantagens face aos veículos completamente elétricos. No mais, o projeto fará com que que a região de Paris seja equipada com cerca de vinte estações de abastecimento de hidrogênio, que serão gradualmente inauguradas. 

Para saber mais, acesse AQUI.

Fonte: Transitions Energies

 

Rolls RoyceA Rolls Royce está lançando um novo motor a biogás e gás natural, da MTU Série 500 com uma faixa de potência de 250 a 550 quilowatts e eficiência máxima de até 42,6% em sua classe. A expectativa é que, futuramente, possam ser convertidos ao uso com hidrogênio.

A empresa diz que os grupos geradores a gás, em particular, oferecem uma solução de cogeração para o setor industrial e de serviços públicos. No mercado de 60 Hz, as unidades serão introduzidas a partir de meados de 2021.

 Para saber mais, acesse AQUI e AQUI

Fonte: Power EngineeringMotor 24.

Linde H2ITM Power anuncia a venda de um eletrolisador de 24 MW para a Linde, a ser instalado no Complexo Químico de Leuna na Alemanha.

Este novo eletrolisador produzirá hidrogênio verde para abastecer os clientes industriais da Linde por meio da rede de dutos existente da empresa. O hidrogênio verde total que está sendo produzido, pode abastecer aproximadamente seiscentos ônibus com pilhas a combustível os quais somatizam 40 milhões de quilômetros e economizam até 40.000 toneladas de emissões de dióxido de carbono por ano.

A Linde é líder global na produção, processamento, armazenamento e distribuição de hidrogênio. A empresa está a frente no processo de transição energética para o hidrogênio limpo e instalou perto de 200 estações de abastecimento de hidrogênio e 80 plantas de eletrólise de hidrogênio em todo o mundo. 

Segundo Jens Waldeck, Business President Europe West da Linde, “O hidrogênio verde é a base das estratégias da Alemanha e da UE para enfrentar o desafio das mudanças climáticas. É parte da solução para ajudar a reduzir as emissões de dióxido de carbono em muitos setores, incluindo produtos químicos e refino ”.

Para saber mais, acesse AQUI

Fonte: ITM Power.

Topo